Arquivo da tag: Relações Públicas

A Função Estatoacústica das Relações Públicas

O ouvido humano divide-se em três principais partes: ouvido externo, ouvido médio e ouvido interno.

O ouvido externo recebe as ondas sonoras e leva, por meio de um canal, ao ouvido médio onde essas ondas serão transformadas em vibrações mecânicas e transmitidas ao ouvido interno. No ouvido interno, as vibrações mecânicas geradas no ouvido médio estimulam os receptores e transformam-se em impulsos nervosos. Esse é, de maneira resumida, o ato de ouvir.

Porém, é importante notar que o ouvido interno possui uma complexa estrutura formada por sacos membranosos cheios de líquido que é especializada no sentido do equilíbrio. Tal estrutura está localizada em um conjunto de canais e cavidades limitadas por tecido ósseo. A esse conjunto de canais e cavidades, damos o nome de labirinto ósseo que apresenta uma parte anterior relacionada com a audição e uma parte posterior relacionada com o equilíbrio.

É por essa razão que muitos médicos e cientistas costumam dizer que o aparelho auditivo tem função estatoacústica, isto é, o nosso ouvido é responsável não só pela manutenção da audição como também do equilíbrio.

Mas, por que estamos discutindo isso em um blog de Relações Públicas e Comunicação Interna?

Simples! Porque, ao falarmos sobre a habilidade de ouvir, não estamos apenas (e simplesmente) falando em abrir um canal para o feedback dos destinatários de uma mensagem, mas estamos falando também (e principalmente) em ouvir a fim de criar processos de cocriação do ato de pensar a organização com os funcionários e públicos estratégicos.

Que tal começarmos a pensar juntos em uma função estatoacústica das Relações Públicas, uma vez que ela se torna responsável por ouvir e manter o sentido de equilíbrio entre os interesses da organização e os interesses de todos os públicos com os quais ela mantém relação?

Vitor Balan